All posts tagged: looks

I’d like to…

“ENGRAÇADO É QUE, NO FINAL DO DIA, AINDA GOSTO DE PESSOAS!” Por vezes parece que tudo na vida nos atrasa! Que nada corre da forma que deveria! No último ano tenho vivido isso de uma forma abismal. A minha vida deu uma volta gigante e parece estar num looping sem fim. Como se a cada 10 passos que ando para a frente voltasse 5 para trás. Não sei porque tenho atraído para mim esta sucessão de coisa que não eram supostas acontecerem, mas de uma coisa eu estou bem ciente, se tenho estômago para tudo isto, então eu sou bem mais forte do que imaginava. Porque cada vez que eu caio ou que sou atingida fico com mais garra e com vontade de fazer melhor. Acho que isso me distingue, a vontade que tenho de seguir em frente. A vontade que tenho de vingar neste mundo e de ser feliz. Tenho apreendido, dia após dia, a ser feliz. Mesmo numa realidade que não quero para mim… a ser feliz! Infelizmente há quem não viva bem …

P.E.A.C.H

KEEP IT EASY Hoje é daqueles dias que a inspiração não chega. Escrevo, apago, escrevo, apago! Quando é assim não vale a pena insistir! Espero que a vossa semana tenha começado bem, aproveitem que vai estar imenso calor estes dias. Infelizmente, não vou conseguir aproveitar quase nada, tenho a agenda completamente lotada! É bom sinal, right? Em breve tenho imensas novidades para vos contar! Um beijo enorme ♥

Red Roses Upon

“DE UM TEMPO EM QUE DANÇAR NA RUA AO SOM DE UMA MÚSICA IMAGINÁRIA NÃO ME FAZIA PARECER RETARDADA.” Ás vezes sinto que tenho uma capacidade gigante de desligar daquilo que realmente importa. Não percebo como é que num instante tenho o peso do mundo nos meus ombros e noutro tenho uma serenidade plena, quase uma apatia. Sinto que deixo passar tanto do que interessa ao lado. E assim, tem-me passado ao lado o real sentido de viver, que é sentir! Fico tão envolvida entre amigos, família e trabalho. Tão cheia de vontade de ser alguém na vida que me perco algures no caminho. Precisava de uma âncora que me fizesse parar, que me obrigasse. Precisava de dias de silêncio. De dias com mais risos de doer a barriga. De horas infinitas de conversas sem fim.

Lx Factory

Vintage Jacket Os últimos posts têm sido quase todos sobre Lisboa e este não é excepção. Trago-vos mais um dos looks que usei, ainda não fazia tanto sol assim e apanhamos alguma chuva. Mas como a meteorologia tem estado completamente doida, achei que ainda se adequava. Temos temperaturas de 27 graus e de 15 graus na mesma semana, whattt? De loucos mesmo!

Garage

Grunge Tive uma semana como já não me lembrava de ter há meses! Hoje é Domingo, mas precisava de mais uns dias para descansar. Falham-me as palavras, de exaustão! Deixo-vos com mais um dos looks que usei em Lisboa. Uma camisola com tantas anos como eu, as minhas biker boots preferidas e o casaco que mais usei na última estação! Sou fã deste tipo de looks, bem sabem! Espero que gostem, até já!

Black over Black

Dá para reparar que ultimamente não consigo largar  o preto? Não consigo vestir outra cor e na dúvida, vou sempre para o mesmo. Começo a achar que tenho um problema. Vocês também usam e abusam de alguma cor? Queria falar-vos de duas coisas neste post… de saias bordadas (mega tendência este ano) e destas botas maravilhosas que recebi da Lazuli. Mas, vamos por partes. Já devem de ter reparado que os bordados estão um pouco por todo o lado nesta estação. São vistos em camisas, saias, jeans, casacos… and the list goes on. Fui um pouco influenciada por isso na hora que escolhi esta saia. Mas fiquei super feliz quando a recebi. É tudo o que esperava e, embora tenha os bordados não acho que me limite. Estava com este look básico quando fui ao almoço de bloggers no ‘The Kitchen‘. Nem era para ter fotografado (estou super mega doente). Mas a Bárbara (do My Kind of Joy) insistiu tanto que não fui capaz de dizer que não. Gostei do resultado final! Gosto de outra …

2016 Resolutions

2016… No geral foi um bom ano, isto é, se tiver de medir tudo aquilo que aconteceu, o bom e o mau, no final o bom teve mais peso! E no final de contas isso é o que importa! É que a balança penda mais para o lado bom. Foi um ano sobretudo de construção. Um ano em que diariamente tive de me desafiar a mim própria e tive de crescer. Um ano em que evolui imenso como pessoa, tanto pessoalmente como profissionalmente. Um ano em que dia  após dia senti o crescimento. O blog cresceu (e obrigada a vocês que estão aí desse lado por isso), o meu percurso profissional tem sido fantástico (nunca imaginei gostar tanto de trabalhar em televisão) e eu cresci! Cresci porque aprendi a acreditar mais em mim, na minha pessoa e no meu valor. Cresci porque me foquei em soluções e não em problemas. Cresci porque encarei cada desafio de frente e de cabeça erguida. Porque cada vez que duvidei, enchi o peito de ar e pensei “I got …